Convocatória – Kaza Vazia (Ação do Inedital)

Ação do Inedital

Residência Artística  / KAZA VAZIA 613 (Residência 2)

Conjunto Habitacional do Pedregulho / Rio de Janeiro – RJ

A Kaza Vazia – galeria de arte itinerante, integrando o Projeto Pedregulho, abre-se para inscrições para a participação na sua Residência Artística pela Ação do Inedital.

A Ação consiste numa konversa-videografada entre kazeiros e inscritos. Dessa conversa sairão duas pessoas que integrarão a residência por 8 dias.

Datas
Serão aceitas pessoas que se inscreverem entre período de 04 a 18 de novembro de 2009.

No dia 21 de novembro, às 10h da manhã, os candidatos deverão comparecer ao Conjunto Habitacional Prefeito Mendes de Moraes (mais conhecido como Conjunto Pedregulho), no apto. 613, a fim de participar da konversa-videografada.

A partir dessa ação, duas pessoas passarão a residir conjuntamente com 11 artistas da Kaza Vazia, neste apartamento – do dia 22 ao 29 de novembro de 2009.

Durante a residência, junto dos dois novos moradores, os artistas desenvolverão atividades e projetos em arte – acompanhados pela comunidade do Conjunto Habitacional e de profissionais das áreas de arquitetura e urbanismo, pesquisadores e críticos de arte.

Público-Alvo

Podem inscrever pessoas residentes no Estado do Rio de Janeiro, interessadas em integrar ao processo de ocupação da 9ª edição da Kaza Vazia, no Pedregulho.

Sobre a Kaza Vazia

O coletivo Kaza Vazia – Galeria de Arte Itinerante vem atuando em Belo Horizonte desde dezembro de 2005. O grupo trabalha com um sistema de ocupações temporárias, apropriando-se de espaços não-institucionais para transformá-los em abrigo de novas propostas de experimentação e reflexão em arte. Define-se aí estratégias que brotam das especificidades de cada espaço. Nos locais escolhidos, o grupo desenvolve processos colaborativos de ação, fazendo pontes com a realidade do lugar e de seu entorno urbano.

Depois de passar por diversos bairros e espaços de Belo Horizonte (parques, mercados, conjuntos habitacionais, lojas comerciais, casarões abandonados etc) e pela cidade de Ouro Preto, MG, o grupo agora se direciona para um pequeno apartamento de dois quartos, um banheiro, uma sala e uma cozinha no Conjunto Habitacional do Pedregulho, no Rio de Janeiro, RJ.

Princípios da Kaza Vazia

A Kaza Vazia é um coletivo aberto composto de pessoas reunidas em torno de alguns princípios:

1 – Ocupação prioritária de espaços não-institucionais e não-convencionais para a produção, experimentação e reflexão em arte. O coletivo propicia que os trabalhos estruturem-se na relação com os imóveis, com o entorno urbano, nas suas dimensões política, social, cultural, etc. Recusa o uso dos lugares como mero suporte, mas o valoriza como vetor da investigação artística.

2 – Organização como coletivo aberto. Seus membros são reunidos a cada efetuação da proposição Kaza Vazia, pela demonstração concreta do interesse com as atividades do coletivo. O indivíduo se compromete a participar: (a) dos trabalhos necessários para a construção da infra-estrutura de uso compartilhado, (b) das decisões e (c) do processo de produção dos demais participantes, e ainda (d) esteja aberto a receber sugestões e comentários dos demais participantes.

3 – O coletivo orienta-se por processos deliberativos através da construção de decisões consensuais. Evita decisões plebiscitárias (votos), que ficam reservadas para situações de urgência. A principal forma de deliberação são as reuniões presenciais abertas. Outras formas de deliberação podem ser adotadas de maneira episódica, conforme decisão do coletivo.

4 – A produção na Kaza Vazia prioriza a interação com os lugares e entre os artistas. A vivência da criação com autonomia coletiva é valorizada em relação à produção de autorias individuais.

5 – O coletivo prioriza e favorece os processos de produção compartilhados, geradores de planos de consistência entre os trabalhos e projetos artísticos de cada participante, sem prejuízo da singularidade de cada um. A função de curadoria deixa de ser uma prática de indivíduos destacados do contexto de criação.

6 – A elaboração de interpretações críticas e de outros processos de pós-produção (documentação, divulgação, publicações etc) é considerada parte crucial do trabalho artístico. O KV pretende manter no mesmo plano da sua produção a geração de discursos críticos e debates. Nesse sentido, ela faz convites a pessoas de notório saber para as “Mezas Vazias” (espécies de mesas redondas seguida de debate, com tema específico) e “Chás” (promoção de uma conversa informal).

7 – Só o coletivo Kaza Vazia fala pelo coletivo Kaza Vazia. Opiniões individuais dos participantes devem ser manifestadas publicamente apenas como opiniões isoladas de participantes do coletivo, jamais como enunciações públicas do coletivo. Exceto em caso de os participantes chegarem a consensos é que se poderá atribuir a determinado kazeiro a possibilidade de falar pelo coletivo.

8 – A Kaza Vazia é, existe e significa pela sua vontade própria, de sujeito coletivo que emerge do desejo singular dos sujeitos criadores-participantes. Quaisquer regras, normas ou hábitos são sua “matéria de expressão”, jamais o contrário. Estes princípios não conformam uma carta de constituição, mas uma expressão transitória do processo, emerso da vida de cada participante como vida em comum, no coletivo Kaza Vazia.

Requisitos para a inscrição:

Enviar por correios:

1) Carta de intenção;

2) Carta de apresentação;

3) Fotocópia do seu comprovante de endereço e da carteira de identidade;

4) Formulário de inscrição devidamente preenchido.

Obs.: o material enviado pelo correio deverá chegar ao apartamento 613 até o dia 20 de novembro de 2009.

Endereços:

R. Marechal Jardim 450 / Apto. 613 – Conjunto do Pedregulho – Bairro São Cristóvão – Cep: 20920-203.

Formulário:

Nome:______________________________________________________

Endereço:___________________________________________________

Telefone/cel: (    ) _______________   

E-mail:_______________________

Data de nascimento: __ / __ / _____

Blog/website: ________________________________________________

Atribuições do candidato

As duas pessoas, novas inkilinas da residência, deverão se mudar para o apartamento 613 e ficar junto do coletivo durante todo o período estabelecido.

A Kaza Vazia não custeará as refeições dos residentes, e, dessa forma, todos, inclusive os novos inkilinos, deverão assumir as despesas com a alimentação.

http://kazavazia613.blogspot.com