Muro, pipas e sol

Amigos,

estamos na reta final desta residência.
ontem fizemos mais uma investigação-ação na comunidade da Santa Marta. elaboramos uma ação com pipas. nas nossas visitas percebemos que tem enorme quantidade de jovens, crianças e adultos que passam horas no sol de rachar, no disputa de “bigodar”. a idéia era fazer uma instalação de pipas no muro. a imagem de uma sequência de pipas amarradas no muros como se estivem a levar o muro com o vento. compramos 30 pipas e, coordenados pelo Esquilo (grande especialista em pipas do Afrofuturismo) fomos a Arena, uma das quadras bem ao lado do muro, para erguer as pipas e criar a instalação. divertida tentativa. a pipa sem cerol subia e surgia outra no céu a buscar “bigodar” a nosso indefeso “pião”. combinamos, então com as crianças da comunidade, uma proteção com outras pipas, uma turma de “contenção”. “Quem é o melhor do morro no pião? O Biscoito!”. O Biscoito chegou com seu 11 anos de experiência de vida e muita disposição. Deu show Biscoito e Magrão! E é claro o Esquilo!
ao final tinha uma galera na arena e céu cheio de pipas. uma feliz confusão sob 40 graus. no lugar de uma instalação realizamos uma situação vivencial.

uma prática lúdica que, devidamente planejada, pode ser uma grande atividade pedagógica, um disparador para mobilização e diálogo com a comunidade.

abr

dcfl

Anúncios